Programa de cashback para o varejo: como vender mais com essa super estratégia

Equipe do Oto
Equipe do Oto
7 min de leitura
programa de cashback

O programa de cashback é uma estratégia para aumentar as vendas e a fidelização de clientes que tem feito bastante sucesso entre os brasileiros.

É isso que mostra a pesquisa Panorama Mobile Time/Opinion Box sobre comércio móvel no Brasil . Vimos que, entre as funcionalidades que os consumidores mais apreciam em aplicativos de compras, 42% marcaram o cashback.

Se você quer se aprofundar sobre essa super estratégia, continue com a gente. Isso porque mostraremos como ter melhores resultados com um programa de cashback, especialmente se o seu objetivo é ampliar o relacionamento, fidelizar seus clientes e elevar as vendas. Vamos lá!

Programa de cashback para alavancar as vendas

De acordo com o Global Cashback Report 2020, o mercado de cashback é avaliado em 108 bilhões de dólares pelo mundo.

A ideia do programa de cashback é devolver ao cliente um percentual do valor que ele compra. Esse valor pode ser devolvido de diversas maneiras, como:

  • Pontos que se tornam compras ou dinheiro;
  • Dinheiro direto na conta corrente do cliente;
  • Descontos para compras futuras;
  • Descontos em parceiros da empresa.

Para o cliente, é mais vantajoso comprar de uma empresa que oferece algum benefício, como o retorno de parte do valor investido ou descontos em compra futura.

Isso significa que, se a sua empresa conta com um bom programa de cashback, é um motivo a mais que o cliente tem para escolhê-la para fazer suas compras.

Leia também: Tudo sobre cashback para varejistas: o segredo para fidelizar clientes e aumentar as vendas

Como sua loja pode se beneficiar de um programa de cashback e vender mais?

Agora que você viu alternativas para incluir o cashback no seu negócio, entenda os benefícios que isso pode trazer.

Ampliar o relacionamento com o cliente e a fidelidade à loja

O cashback gera uma percepção de vantagem imediata. Ter ganhado um bônus estimula o consumidor a comprar mais vezes, reforçando a imagem da marca como uma empresa que busca oferecer o melhor para o cliente.

Sendo assim, quando quiser ou precisar comprar algo que faça parte do mix de produtos daquela loja, ela será lembrada. A pesquisa do site Portal da Promo mostra que 45% dos consumidores confirmam a possibilidade de se tornarem clientes fiéis da marca que oferece a opção de cashback.

Mas, para obter esse resultado, é fundamental que, ao criar um programa de cashback, a sua marca crie uma estratégia sustentável e analise bem o perfil de cada cliente antes de oferecer o benefício.

Somente sabendo informações sobre ticket médio e recorrência de compra, entre outras, é que será possível desenvolver o programa de cashback ideal. Bem como estreitar o relacionamento com o cliente, sem queimar margem desnecessariamente, gerando mais vendas e fidelidade à loja.

Ativar o cashback na loja física e aumentar frequência de compras

Embora seja mais conhecido e usado em lojas virtuais, o programa de cashback é uma estratégia que pode trazer ótimos resultados quando aplicada nas lojas físicas.

Existe a possibilidade de criar para os clientes uma conta virtual, onde eles recebem a quantia de volta e podem usá-la quando comprar novamente no local. Os valores são atrelados ao CPF do cliente, de forma fácil e prática, que pode consultar sua carteira e aproveitar os créditos em compras recorrentes.

Essa prática pode impulsionar as vendas presenciais e ampliar a regularidade das compras na sua loja, inclusive com ampliação do ticket médio, já que com o bônus o cliente pode buscar por produtos de maior valor.

O documento Global Cashback Report 2020 confirma que o cashback é capaz de gerar um aumento médio de 3,4 vezes na conversão das vendas e de 46% no ticket médio.

Assim, todos se beneficiam e o cliente tem a percepção de uma boa experiência de compra, contribuindo para a construção de um relacionamento próximo.

Obter novas informações relevantes sobre os clientes

Um programa de cashback, além de fidelizar clientes, também é uma forma eficiente de obter novas informações relevantes sobre eles que são valiosas para os vendedores. Com isso, cria-se um progressive profiling, aumentando o histórico de dados pensando em criar futuras estratégias ainda mais eficientes.

No momento em que há um constante estímulo para que o cliente volte a comprar da sua loja, é possível vender mais e melhor. Isso porque cada compra disponibiliza informações que podem ser usadas pelos seus vendedores em próximas interações.

Ou seja, ao obter dados sobre o perfil do seu cliente e saber quais são as compras que ele costuma fazer, é possível criar estratégias personalizadas para ele e, consequentemente, vender mais.

Nesse caso, também é importante o uso do CRM para ganhar mais produtividade e possibilitar que o vendedor entre em contato com o cliente já sabendo como abordá-lo da melhor forma. Falaremos mais sobre esse assunto ao longo do conteúdo.

Veja neste e-book como incluir seu vendedor na Transformação Digital.

Ganhar visibilidade e atrair novos compradores

Marcas que utilizam um programa de cashback podem tirar proveito da divulgação das vantagens e criar promoções específicas para quem participa dessas ações.

Com isso, é possível atrair novos consumidores que buscam por essas vantagens e fazê-los optar pela sua loja por causa do cashback.

Portanto, essa é uma forma de ganhar visibilidade e atrair novos clientes, que ainda pode ser impulsionada com estratégias diferenciadas em períodos de cashback maior, como em datas comemorativas ou grandes eventos, como é o caso da Black Friday, por exemplo.

Agora que você entendeu os benefícios de adotar um programa de cashback, entenda porque o CRM ajuda a tornar essa estratégia bem-sucedida.

Vantagens de integrar o programa de cashback em um CRM

Como mencionamos no tópico acima, para facilitar o gerenciamento do programa de cashback, o recomendado é ter um CRM completo, que tenha funcionalidades que favoreçam essa estratégia. Uma delas é a possibilidade de registrar informações diversas, incluindo:

  • Data de aniversário;
  • Preferências;
  • Últimas compras;
  • Frequência de compras.

Dados como estes ajudam a entender o comportamento do consumidor e, com isso, criar estratégias de vendas e campanhas mais direcionadas à pessoa. Elevando, com isso, as chances de êxito.

Tenha em mente que um programa de benefícios gera expectativas nos clientes e frustrá-las pode ser muito negativo para a empresa. Portanto, não podem ocorrer falhas.

Sendo assim, é melhor contar com um ecossistema único que integre processos, crie campanhas assertivas baseadas em inteligência artificial e torne mais fácil a gestão do programa de cashback.

Alguns recursos permitem planejar o retorno do dinheiro na compra de produtos específicos ou com ticket a partir de certo limite. Também tornam possível segmentar ofertas e ter relatórios de resultados de todas as ações.

É importante fazer uma ampla pesquisa para conhecer as soluções disponíveis no mercado e definir qual é a opção que melhor atende às necessidades do seu programa de cashback.

E você, quer aumentar as vendas da sua loja física? Entre em contato com os especialistas do Oto e conheça soluções pensadas para potencializar os resultados do seu negócio.

Quero experimentar o Oto na minha loja

Inscreva-se em nosso blog

Acesse, em primeira mão, nossos principais posts em seu e-mail

    Posts Relacionados

    As estratégias de varejo para a Black Friday 2021

    Se o consumidor brasileiro já trilhava um caminho cada vez mais multicanal e assíncrono para suas compras, a pandemia da Covid-19 acelerou de vez a transformação dessa jornada. Por isso, as novas estratégias de varejo precisam buscar uma perfeita integração entre os canais online e offline para atender a todas as demandas de consumo. Isso […]

    Equipe do Oto
    Equipe do Oto
    14 min de leitura

    Chat commerce ou conversational commerce: as vantagens do varejo de bate-papo

    A venda de produtos e serviços por meio de aplicativos de mensagens já era uma tendência em ascensão, mas com a pandemia de 2020, as marcas passaram a usar o chat commerce ou conversational commerce para se conectar de forma fácil com os clientes e  retomar as vendas afetadas pelo cenário de isolamento social. Segundo […]

    Equipe do Oto
    Equipe do Oto
    7 min de leitura

    Obrigado!

    Em breve enviaremos mais conteúdos.

    E-mail inválido!

    Fale conosco